+55 (54) 3028-7656
30
Jun

Empresas gaúchas recebem certificado no Vale do Silício

O Rio Grande do Sul traz boas notícias do principal polo de inovação do mundo. A imersão de três meses no Vale do Silício, nos Estados Unidos, foi concluída na quinta-feira, 25 de junho, com ótimos resultados. O grupo de oito empresários que embarcou em 6 abril para aquele país, como parte do Programa de Aceleração no Vale do Silício, promovido pelo SEBRAE/RS, retorna com inovações, novos produtos, possibilidades de parceria e alguns ficam por lá. Isso porque duas empresas vão instalar subsidiárias naquela região norte-americana.

Eles receberam a certificação em uma celebração que uniu empresários, parceiros, prospects e comunidade. Foi o encerramento de um programa bem-sucedido com capacitações, consultorias, mentorias, visitas técnicas e reuniões com potenciais investidores. O programa é realizado pelo SEBRAE/RS em parceria com a Outsource Brasil e a GSV Labs, aceleradora norte-americana que recebeu os representantes dos empreendimentos gaúchos.

A coordenadora estadual de TI e Startups do SEBRAE/RS, Débora Chagas, ressalta as conquistas a partir dessa primeira edição do programa no Vale do Silício. “Com a imersão, os empresários puderam vivenciar a cultura e os negócios da região, como as coisas de fato acontecem no local, abriram uma nova rede de contatos, possibilidades de parcerias e até de concretizar negócios com empresas do Vale”, enumera. Outro destaque do programa é o aprendizado de um novo modelo de inovação, que pode ser adaptado e aplicado pelas empresas gaúchas. “Algumas desenvolveram inovações e melhorias em seus produtos, enquanto outras criaram novidades específicas voltadas ao mercado norte-americano”, conta o gestor do programa, Gustavo dos Santos.

Fabio Santini, CEO da NetEye, de São Leopoldo, leva muito mais do que experiência na bagagem. “Um dos principais destaques para a minha empresa foi a validação do meu produto no Vale do Silício. Fiz vários contatos e tive uma aceitação de 100%, indicando uma entrada no mercado do nosso produto no Brasil”, revela. O software desenvolvido pela empresa de Santini permite acompanhar a rotina de um negócio em tempo real e dá uma visão clara do tempo que se gasta em cada projeto. A importância dessa imersão pode ser constatada no dia-a-dia. “A reunião mais promissora que tive surgiu a partir de uma conversa despretensiosa em uma cafeteria. Uma pessoa ouviu e decidiu me apresentar para um investidor”, relata.

Para duas participantes do grupo, a viagem foi ainda mais produtiva, tanto que resolveram instalar uma subsidiária nos Estados Unidos. É o caso da Horacius Securitty Sistemas e a Lexsis, ambas de Porto Alegre. Para Bruno Prisco Junior, CEO da Lexsis, a nova unidade nasceu a partir de um processo de internacionalização que começou há quatro anos, com a participação em projetos do SEBRAE/RS, e culminou com as atividades realizadas nos últimos três meses no Vale do Silício. “As oportunidades são muitas. Temos de ter discernimento para selecionar as melhores e as mais alinhadas com o objetivo do nosso projeto”, aponta Prisco Junior. “Nossa meta é colocar nossos produtos no mercado norte-americano e europeu”, avisa. E ela já começou a se concretizar. Antes mesmo de concluir o programa, a Lexsis celebrou o primeiro contrato no Vale do Silício. “Estamos realizando o acabamento de um aplicativo para o usuário final, que deve fazer parte de um importante lançamento mundial nas próximas semanas”, antecipa o executivo.

Confira as empresas gaúchas que participaram do Programa de Aceleração no Vale do Silício:

Apoio em Sistema – Porto Alegre
Defenda – São Leopoldo
Enttry Software – Caxias do Sul
Horacius Securritty Systemas – Porto Alegre
Lexsis – Porto Alegre
Marina Tecnologia – Campo Bom
NetEye – São Leopoldo
Proelo Software – Porto Alegre

Fonte: Divulgação SEBRAE/RS

Parceiros

trinopolo-rodape.png
Trino Polo - APL de Tecnologia da Informação da Serra Gaúcha
Rua Ângelo Chiarello, 2811 - Sala 1203 - Bairro Pio X -
CEP 95.032-460 - Caxias do Sul - RS
bf2.png