+55 (54) 3028-7656
11
Dez

MPS.BR reúne especialistas em encontro anual

São Paulo, 4 de dezembro de 2015 – Curitiba recebeu entre os dias 1° e 3 de dezembro a 11ª edição do Workshop Anual do MPS (WAMPS 2015). Promovido pela Softex, ele teve por objetivo reunir representantes da Indústria, Governo, Academia, Equipe Técnica do Modelo (ETM), Fórum de Credenciamento e Controle (FCC) e países latino-americanos para uma análise de como métodos, técnicas e ferramentas de vanguarda podem ser empregados na implementação das boas práticas sugeridas pelo Programa MPS.BR.

“A iniciativa do Programa surgiu da necessidade de aumentarmos a qualidade do desenvolvimento de nossas soluções de software para que as companhias nacionais possam ampliar seu market share tanto no mercado doméstico como no internacional. Aderente à realidade das empresas brasileiras, ele efetivamente viabilizou o acesso às melhores práticas de desenvolvimento e trouxe resultados extremamente positivos para as organizações avaliadas”, analisa Ruben Delgado, presidente da Softex.

A exemplo das edições anteriores, o WAMPS foi marcado pela qualidade das palestras que integraram sua ampla programação. No primeiro dia do evento, no painel “Engenharia de software: tendências e aplicações na indústria”, Arndt von Staa (PUC-Rio), Guilherme Travassos (COPPE/UFRJ), José Carlos Maldonado (USP-São Carlos) e Julio Leite (PUC-Rio) destacaram a importância de se promover uma maior colaboração na formação e no desenvolvimento profissional e o papel do MPS como indutor de transferência de tecnologia de processos na indústria.

Na sequência, Gustavo Casarotto, diretor de produto e inovação da Metadados; Paula Chaves, coordenadora da Qualidade - Escritório de Projetos, Garantia da Qualidade e Testes da Axxiom; Washington Souza, gerente de PMO & Governança da Stefanini; Walter Ribeiro, diretor da Topos; e Leonardo Dicker, diretor da EAC Software, detalharam o ganho de competitividade obtido por suas organizações no painel “Minha experiência competitiva após o MPS-BR”.

Enquanto o diretor da EAC software apontou que os stakeholders entenderam que existe um ciclo de vida dos processos dentro da empresa, Gustavo Casarotto, da Metadados, afirmou que o MPS é o primeiro passo para quem quer inovar e não viver apagando incêndios. Já Walter Ribeiro, da Topos, reforçou ser perceptível a melhora da qualidade através da satisfação dos clientes.

A aceitação do programa pelo mercado pode ser medida pelo fato de o selo de avaliação MPS ser cada vez mais um diferencial competitivo, em especial nas negociações junto às empresas de maior porte. No setor público, é crescente o número de licitações em todas as esferas de Governo que a utilizam para pontuação técnica.

Em sua apresentação no encerramento do WAMPS 2015, Renato Braga, diretor do Tribunal de Contas da União (TCU), compartilhou seu conhecimento sobre a utilização de métodos ágeis nas contratações para desenvolvimento de software pela Administração Pública Federal (APF).

“O MPS.BR vive uma fase de consolidação e os números demonstram que as metas e os objetivos inicialmente traçados estão sendo alcançados. Deveremos encerrar 2015 com mais de 715 avaliações MPS em empresas privadas e governamentais no Brasil e no exterior. Esse número expressivo comprova que estamos realmente mudando a cultura da qualidade de software neste País”, destaca Nelson Franco, gerente da Área Qualidade da Softex.

Com 48 avaliações MPS, o Paraná lidera o ranking nacional, que atingiu em novembro 277 avaliações válidas publicadas em todo o país. O Estado superou São Paulo (45) e Rio Grande do Sul (34) que ocupam, respectivamente, a segunda e a terceira posições. Integram atualmente a linha de frente do programa 18 Instituições Implementadoras Autorizadas e 13 Instituições Avaliadoras. Mais de 6.200 pessoas já participaram de cursos oficiais MPS.

Além das palestras e painéis, a programação do WAMPS 2015 incluiu ainda minicursos e sessões de artigos técnicos divididos entre trabalhos técnicos, relatos de experiência e ferramentas.



Conheça a Softex (www.softex.br) – A Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro - Softex é gestora, desde a sua criação em 1996, do Programa para Promoção da Excelência do Software Brasileiro – Programa SOFTEX, considerado prioritário pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). É uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) que tem como objetivo executar atividades de apoio, desenvolvimento, promoção e fomento para a Indústria Brasileira de Software e Serviços de TI, sempre pautada pelas seguintes diretrizes: disseminação e auxílio à implantação das melhores práticas em desenvolvimento de software e gestão empresarial, capacitação de recursos humanos para o setor; auxílio à obtenção de recursos financeiros junto a fontes públicas e privadas; produção e disseminação de informações qualificadas sobre e a indústria brasileira de software e serviços de TI; apoio ao empreendedorismo e à inovação; formulação de políticas de interesse do setor; e apoio à criação e ao desenvolvimento de oportunidades de negócios tanto no Brasil como no exterior. O “Sistema SOFTEX” reúne mais de 2.000 empresas de todo o território nacional e é integrado por uma ampla rede formada por 21 Agentes regionais que prestam apoio e orientação local às empresas em seu entorno. As ações da SOFTEX contam com o apoio institucional, técnico e financeiro de diversas entidades, entre as quais ABES, ABDI, Abinee, Abragames, Abvcap, Apex-Brasil, Anprotec, Assespro, BID, BNDES, Brasscom, CNI-SESI-SENAI, CNPq, Embrapa, Fenadados, Fenainfo, Finep, Frente Parlamentar de Informática, IBGE, INPI, SBC, Sebrae, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Ministério da Cultura (MinC), Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Ministério das Relações Exteriores (MRE) e Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).


FOTO:
(Da esquerda para a direita) Rodrigo Quites Reis, da Universidade Federal do Pará; Nelson Franco gerente da Softex; Diônes Lima vice-presidente da Softex; Júlio César Agostini, diretor executivo do Sebrae Paraná

MLP Assessoria de Imprensa
Mário Pereira (MTB. 11.549) - [email protected]
Karen Kornilovicz ( MTB. 25.744) - [email protected]
Tel.: (+5511) 3064-8066

Parceiros

trinopolo-rodape.png
Trino Polo - APL de Tecnologia da Informação da Serra Gaúcha
Rua Ângelo Chiarello, 2811 - Sala 1203 - Bairro Pio X -
CEP 95.032-460 - Caxias do Sul - RS
bf2.png