+55 (54) 3028-7656
19
Fev

Transformação Digital

Na era dos negócios digitais, a distância entre o mundo físico e virtual torna-se cada dia mais invisível. As mudanças serão impulsionadas por algoritmos e máquinas inteligentes e as empresas têm que estar preparadas para a rápida ascensão digital. Será um desafio, mas também uma oportunidade para novas estratégias de negócios mais eficazes.

O futuro pertence às empresas que criarem as melhores soluções autônomas e inteligentes, sendo necessário adaptar os negócios às cidades, casas e pessoas conectadas em tempo real, gerando milhares de informações e novas demandas. Até 2018, segundo Gartner, serão 6 bilhões de coisas conectadas (IoT) solicitando suporte, que logo passarão a ser clientes de serviços.

Além da adaptação dos negócios, as empresas precisarão gerenciar a competição entre máquinas e pessoas nas atividades diárias, e caminhamos para uma realidade onde teremos trabalhadores fiscalizados por robôs, que têm maior capacidade de microgestão. Profissionais também terão que se reinventar, pois inúmeras novas profissões vão surgir com a evolução das tecnologias.

Segundo o Gartner, startups têm maior potencial de crescimento neste cenário digital, pois conseguem acompanhar a rápida evolução das máquinas inteligentes, que possibilitam automatizar tarefas com pouca intervenção humana.

No Brasil, assim como em países desenvolvidos, as grandes empresas vêm investindo em startups como forma de acelerar o processo de inovação. É o caso da Natura, Itaú, Porto Seguro, Telefônica, entre outros. Startups podem apoiar as empresas na criação de novos projetos, melhoria de processos e criação de novos produtos e serviços.

Reduzir a distância entre o mundo físico e virtual é uma questão de sobrevivência a longo prazo, assim investimentos em novas tecnologias, profissionais empreendedores e parcerias com startups torna-se um diferencial. Sua empresa está preparada para a transformação digital?




Autor: Ademir Milton Piccoli é advogado, com MBA em Gestão Empresarial na FGV, cursos de Gestão, Estratégia e Marketing na Stanford University e The Wharton School (EUA) e INSEAD (França), membro da Comissão de Processo Eletrônico da OABRS, diretor da Ventiur - Aceleradora de Startups desde 2013. Tem mais de 10 anos de experiência em Tecnologia da Informação e Comunicação.


Fonte: http://www.finger.com.br/finger-rede/19-01-2016/transformacao-digital

Parceiros

trinopolo-rodape.png
Trino Polo - APL de Tecnologia da Informação da Serra Gaúcha
Rua Ângelo Chiarello, 2811 - Sala 1203 - Bairro Pio X -
CEP 95.032-460 - Caxias do Sul - RS
bf2.png